01/07/2014

Nova regularização para carros rebaixados

Imprimir

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) liberou a regularização do sistema de suspensão rebaixada

- O que diz:
Ref.: Resolução 479/2014 do CONTRAN – Sistema de Suspensão
Altera o art. 6º da Resolução CONTRAN nº 292, que dispõe sobre modificações de veículos previstas nos arts. 98 e 106 da Lei nº 9503, de 23 de setembro de 1997, que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro.

"Art. 6º Os veículos de passageiros e de cargas, exceto veículos de duas ou três rodas e quadriciclos, usados, que sofrerem alterações no sistema de suspensão, ficam obrigados a atender aos limites e exigências previstos nesta Resolução, cabendo a cada entidade executora das modificações e ao proprietário do veículo a responsabilidade pelo atendimento às exigências em vigor.

§1º Nos veículos com PBT até 3500 kg:
I - o sistema de suspensão poderá ser fixo ou regulável.
II - A altura mínima permitida para circulação deve ser maior ou igual a 100 mm, medidos verticalmente do solo ao ponto mais baixo da carroceria ou chassi, conforme anexo I.
III - O conjunto de rodas e pneus não poderá tocar em parte alguma do veículo quando submetido ao teste de esterçamento.

§2º Nos veículos com PBT acima de 3.500 kg:
I - em qualquer condição de operação, o nivelamento da longarina não deve ultrapassar dois graus a partir de uma linha horizontal.
II - A verificação do cumprimento do disposto no inciso I será feita conforme o Anexo I.
III - As dimensões de intercambiabilidade entre o caminhão trator e o rebocado devem respeitar a norma NBR NM - ISO 1726.
IV - É vedada a alteração na suspensão dianteira, exceto para instalação do sistema de tração e para incluir ou excluir eixo auxiliar, direcional ou auto direcional.

§ 3º Os veículos que tiverem sua suspensão modificada, em qualquer condição de uso, deverão inserir no campo das observações do Certificado de Registro de Veiculo - CRV e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veiculo - CRLV a altura livre do solo.

Para download da Resolução 479/2014, clique aqui:

- O que é aceito agora:
O Denatran estabeleceu uma altura mínima do carro em relação ao solo. Na inspeção veicular será medido o ponto mais baixo do veículo até o chão e esse não poderá ser menor que 10 cm. Além disso, o conjunto de rodas e pneus não poderá tocar em parte alguma do veículo no momento do esterçamento.
Com as molas esportivas da Aliperti, você muda o visual, mas mantém as condições originais de dirigibilidade. Nossos kits estão de acordo com a Resolução do CONTRAN e são ideais para quem busca por segurança e conforto, maior estabilidade e melhor desempenho.

- Como regularizar:
Assim como ocorre com qualquer modificação das características originais de um veículo aceita pela lei, a mudança na suspensão deve ser informada ao órgão de trânsito estadual (Detran), que irá autorizá-la. Posteriormente, o carro deverá ser vistoriado por uma empresa de inspeção credenciada pelo Detran. Será medida a altura em relação ao ponto mais baixo do veículo, e não mais em relação ao farol baixo, como antes. Também passará a ser feito o teste de esterçamento. A alteração também ficará registrada no documento do veículo, onde constará inclusive com a altura em relação ao solo.

Fonte: G1 com adaptações

    Desenvolvido por Perina Design